ACESSO EXCLUSIVO.           WEBMAIL
+ Menu

No Dia da Anemia Falciforme, Uniube promove evento de conscientização

Publicado em: 18 de Março de 2019


O Dia Estadual da Conscientização da Síndrome da Anemia Falciforme, comemorado em 20 de março, será marcado por uma programação especial hoje, na Universidade de Uberaba (Uniube). O evento está sendo organizado pelo projeto de extensão “Amizade Compatível - uma doação para a vida”, em parceria com a Associação Regional dos Falcêmicos (ARFA).O objetivo é promover um momento de interação entre os coordenadores de cursos da saúde e os pacientes que sofrem da doença. As atividades serão abertas à comunidade e acontecem a partir das 17h30, no Anfiteatro da Biblioteca, no Campus Aeroporto da Uniube.

Na ocasião, será ministrada uma palestra sobre a Anemia Falciforme pela professora doutora Maria Theresa Cerávolo Laguna Abreu. Em seguida, a partir das 18h, uma mesa-redonda irá discutir a abordagem curricular da Anemia Falciforme nos diferentes cursos da saúde: Farmácia, Enfermagem, Psicologia e Medicina. Haverá também uma apresentação da presidente da ARFA, Maria Conceição Rosa Vilela, sobre a realidade dos pacientes falcêmicos no atendimento à saúde.

“É uma reclamação da Associação dos Falcêmicos. Eles são atendidos nas unidades de saúde e os profissionais da área, muitas vezes, desconhecem a doença falciforme. Inclusive, a data do dia 20 de março, Dia Estadual da Anemia Falciforme, é celebrada como forma de homenagear uma pessoa que morreu dessa doença. Esse contexto tem a ver com a falta de informação. Então, nós faremos uma mesa-redonda para discutir o assunto”, explica a coordenadora do projeto de extensão Amizade Compatível, Maria Theresa Cerávolo Laguna Abreu.

A programação completa do evento está disponível no seguinte endereço eletrônico: uniube.br. Basta clicar em cursos presenciais e depois em extensão.

Sobre a doença

A Anemia Falciforme é uma doença hereditária caracterizada pela alteração dos glóbulos vermelhos do sangue, tornando-os parecidos com uma foice, daí o nome falciforme. Essas células têm sua membrana alterada e rompem-se mais facilmente, causando anemia. A hemoglobina, que transporta o oxigênio e dá cor aos glóbulos vermelhos, é essencial para a saúde de todos os órgãos do corpo.

Essa condição é mais comum em indivíduos da raça negra. No Brasil, representam cerca de 8% dos negros, mas devido à intensa miscigenação historicamente ocorrida no país, pode ser observada também em pessoas de raça branca ou parda.



https://www.uniube.br/conteudo2.php?p=4&m=&c=2034


TRABALHE CONOSCO      SEJA PARCEIRO      CONTATO

Receba novidades no seu e-mail

Missão: "Promover o ensino e a geração de conhecimento, formando o profissional compromissado com uma sociedade justa."


 Teleatendimento


Presencial: 0800 34 3113
EAD: 0800 940 2444



Campus Centro
Av. Guilherme Ferreira, 217
Bairro Centro
38.010-200 - Uberaba/MG

CNPJ - 25.452.301/0001-87


Campus Aeroporto
Av. Nenê Sabino, 1801
Bairro Universitário
38.055-500 - Uberaba/MG

CNPJ - 25.452.301/0002-68


Campus Marileusa
Av. Floriano Peixoto, 6495
Bairro Granja Marileusa
38.406-642 - Uberlândia/MG
CNPJ - 25.452.301/0008-53


Campus Gestão e Direito (UGD)
Av. Marcos Freitas Costa, 1041
Bairro Daniel Fonseca
38.400-328 - Uberlândia/MG

CNPJ - 25.452.3001/0004-20

1996 - 2019 - UNIUBE - Todos os direitos reservados
Desenvolvido   
pela