XII SIPAT acontece na Uniube Uberlândia

09 de outubro de 19
1 / 2
2 / 2

A Uniube Uberlândia promove, até a próxima sexta-feira (11), a XII Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT). A ação é organizada pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), em parceria com a equipe do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), e acontecerá nos campi Marileusa, Unidade de Gestão e Direito (UGD), e no canteiro de obras do novo campus, localizado na zona sul da cidade.


A programação contará com palestras sobre temas variados, por exemplo: visão, doenças sexualmente transmissíveis e segurança em relação à energia elétrica. “A SIPAT deve ser realizada anualmente e a sua importância é conscientizar os trabalhadores e também os gestores e diretores de empresas sobre a questão dos acidentes de trabalho. Então, dessa forma, são realizadas palestras, gincanas, atividades motivacionais, sorteio de brindes, informações, tudo voltado para esse tema”, explica o vice-presidente da CIPA, professor dos cursos de Engenharias da Uniube Uberlândia, Euclides Antônio Pereira de Lima.


O publicitário e palestrante, Bruno Figueredo, abordará sobre “Vida com propósito” no evento e reforça a importância do tema. “Eu achei o convite muito legal e sempre faço esta palestra, que é sobre propósito, alinhamento entre vida pessoal e profissional. Atualmente, as pessoas estão perdidas e, por não terem este rumo para seguir, acabam sempre buscando uma forma de viver em outros. Então, elas nunca vivem a vida delas, vivem a dos outros. E nesta palestra eu vou falar sobre a importância da pessoa descobrir o seu propósito, o motivo pelo qual ela veio no mundo, como ela vai utilizar os talentos que tem para cumprir esta missão de vida”, conta o palestrante.


“É um evento muito importante para todos os colaboradores e nós estamos trabalhando desde maio pensando na realização desta semana. Temos atividades que falam sobre os extintores de incêndio e também vamos ter a oportunidade de regularização do cartão de vacina para todos os colaboradores”, conclui o professor Euclides.