MPHU recebe R$ 300 mil de emenda parlamentar

09 de dezembro de 19
1 / 2
2 / 2

O delegado Heli Andrade Grilo, deputado estadual, destinou, nesta segunda-feira (09), R$ 300 mil para o Mário Palmério Hospital Universitário (MPHU), com recursos de emenda parlamentar. A emenda foi recebida pelo Reitor da Uniube, professor Marcelo Palmério, na presença do diretor técnico do MPHU, Galvani Salgado Agreli, a diretora administrativa do hospital, Denise Dias Monteiro, superintendente administrativo, professor Lúcio Scalon, e o professor e vereador Alan Carlos. A verba será direcionada para custeios do Sistema Único de Saúde (SUS).


De acordo com Galvani, a emenda foi entregue em um momento importante, principalmente com a dificuldade financeira do SUS no país. “Todos têm noção da dimensão dos custos da saúde nos dias de hoje para atender esse usuário do SUS. Nós entendemos que ele tem muita dificuldade de acesso ao sistema, de conseguir um tratamento adequado, então, para nós, é muito bom e, principalmente, para a comunidade”, pontua.


Grilo também reforça a importância dessa entrega. “Eu acredito que nós estamos trabalhando a saúde não só de Uberaba, mas de toda a região, porque o hospital é referência, recebe pacientes de 27 municípios e nós temos uma obrigação regional de fazê-lo. Então, nós estamos trabalhando uma porcentagem daquilo que nós temos de direito para indicar de emendas parlamentares, o que é muito bom para a saúde de Uberaba e toda a região”, finaliza o deputado.


A estrutura do MPHU


Inaugurado há quase cinco anos, o Mário Palmério Hospital Universitário (MPHU), é um hospital de ensino vinculado à Universidade, que atua 60% pelo SUS e 40% particular e convênio, com atendimentos de média e alta complexidade em todas as especialidades médicas. Por ano, são realizadas, em média, 79 mil consultas no Pronto Atendimento, 12 mil cirurgias, 13 mil internações, 44 mil consultas ambulatoriais pelo SUS e 19 mil por convênios.


O MPHU é Acreditado Pleno pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). A certificação é válida por dois anos e concedida a instituições que atendem aos critérios de gestão integrada e de segurança do paciente em todas as áreas de atividade, incluindo aspectos estruturais e assistenciais. Trata-se de uma conquista inédita para a saúde de Uberaba.